Muitas vezes os fumantes ouvem esse pedido, mas parar de fumar porquê, quem fuma gosta, o cigarro é um companheiro inseparável, é quase como um romance intenso, ele fraciona o tempo; e observar ele queimando e os desenhos que se formam com a fumaça é como brincar de artista, técnicas de arremesso eu já treinei todas, e o cheiro dela  a nicotina e o dele o alcatrão, ambos tem uma relação tão parceira com o seu dono que é difícil apagar suas marcas e retirar sua essência.

   Pausa para mais um cigarro…

   Calma caro leitor não demorei muito, só foi mais uma fragmentação de tempo, mas retomarei minha atividade, agora mais calmo e relaxado.

   Sensações de bem estar, elevação leve no humor (estimulação) e redução do apetite; essa sensação é provocada pela diminuição do tônus muscular. Quando estamos com ela nos parece que temos o ‘dever cumprido’ mas, sem ela o “dever é comprido”, esses são alguns efeitos no sistema nervoso central. Enquanto fumantes temos a nítida pressão de estarmos incomodando, mas são os não fumantes que são inconvenientes e como não fumantes a invasão do cigarro é uma agressão; não se percebe quando se fuma, o quanto é desagradável, como o hábito de bater a cinza em qualquer lugar ou descartar a bituca aleatoriamente como se fosse uma contribuição deste prazer ao mundo.

   O tabagismo é também um hábito, o ato de ter algo entre os dedos e de fazer uma das aspirações de ar com certa resistência e quebra do tempo entre atividades e tragos, são os primeiros que devem ser descartados.

   Eu enquanto fumante descobri que uma haste de pirulito que tem o centro vazado, suprimia a necessidade de ter algo nas mãos e, a cada fissura de tabaco, aspirava o ar por este mini canudo, que passava aquela falta compulsiva.    De tempo em tempo a questão química batia, então acendia um e dava três tragos e apagava, assim continuamente até acostumar com o novo ritmo, com pouco tempo o corpo começa a reagir contra, e pode crer, é muito bom respirar, estar em todos os ambientes, voltar a interação com todos. Não nascemos fumantes, então, quando perceberes a reação corpórea positiva e a retomada das atividades físicas perceberás o quanto perdeste, mas fique calmo não acenda um cigarro agora, descida apagar esta ideia se for da tua vontade, faça porque você quer e domine o que te domina, verás que é uma escravidão, um controle do teu tempo e uma redução do teu espaço, rouba teu dinheiro e tua saúde e todo ex fumante é um candidato a retornar ao hábito e quem não tem, não permita que entre em seu contexto, é bem desagradável deixá-lo.

   Como dizia meu sábio avô: “Quem quer arruma um jeito, mas quem não quer, arruma uma desculpa.”

                                       Marcio Luís da Gama Cavalheiro, para "Correio Nagô".

Exibições: 61

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço