Presidente do Olodum João Jorge, filiado ao PSB, justifica seu apoio a Dilma.

A assinatura do presidente do Olodum,  João Jorge Rodrigues,  na carta de apoio a Dilma causou surpresa por  ele ser filiado ao PSB.  Mas ele diz está sendo coerente por considerar que há dois projetos políticos em jogo e que se identifica com o do PT.

“A eleição tem um tom democrático de plebiscito entre as políticas de igualdade e o estado  liberal mínimo que permite a influência de poucos, o que para mim é perigoso”, aponta.

Para ele, a redução de pessoas na linha de pobreza, por meio de programas como o Bolsa Família e o  Minha Casa,  Minha Vida combatem desigualdades que têm raízes no racismo .   “Como militante de direitos humanos, da consciência negra e luta pela igualdade  não poderia apoiar outra proposta”, afirma.

João Jorge não poupou  críticas a Marina Silva. “Meu partido, o PSB, no qual ela entrou porque não conseguiu criar o seu,  em 1947  lutou pela liberdade religiosa, questão que ela não entende, além de reunir apoios como o de Marco  Feliciano que faz um mal enorme à  defesa dos direitos humanos”, afirmou.

Ele destacou que foi correligionário de Marina Silva no PV,  logo após ela ter saído do PT. “Por conta dela, o PV abriu mão de bandeiras como a descriminalização do aborto e da legalização da maconha”.

Já o vereador Sylvio Humberto afirma que, na questão étnico-racial,  há mais consenso do que divergências no apoio às duas candidaturas.



Leia a matéria completa em: Presidente do Olodum João Jorge, filiado ao PSB, justifica seu apoi... 

Exibições: 125

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço