REDE SOCIAL, O COMPARTILHAMENTO É A CHAVE DO CRESCIMENTTO DO NOSSO MOVIMENTO.

REDE SOCIAL, O COMPARTILHAMENTO É A CHAVE DO CRESCIMENTTO DO NOSSO MOVIMENTO.

Estou fazendo parte dessa rede social desde o inicio do ano, e acompanho o crescimento que vem acontecendo desde minha entrada. Mas ultimamente percebo que tem diminuído o numero de novos membros, mais que vemos o esforço no sentido contrário de todo o pessoal da mídia étnica.

Desenvolver um trabalho social, por mais necessidades de ações desse tipo se façam imprescindível numa sociedade como a nossa, é um trabalho árduo. Não basta apenas boa vontade, tem que se criarem estratégias motivacionais, fazer desse conjunto de artigos, mensagens, criarem ressonância, que na sua maioria não estão aptos a leitura e a reflexão intelectual. Por conta disso a importância de cada membro agregar amigos, e mostrar a esses que aqui é uma construção de uma corrente, importante para os anseios de todos nós.

Há cerca de um mês atrás nossos moderadores parecem ter diagnosticado certos infortúnios que causaram em alguns membros, de verem suas caixas de e-mail repletos de comunicados, (nem tanto assim) compartilhamentos e etc. oriundos do correio nagô. Ai despertou um posicionamento de cumplicidade ou respeito para com esses membros queixosos. Eu mesmo fui orientado em moderar, meu compartilhamento, confesso achar pedido absurdo, mas acatei.

Tenho por habito, todas as noites, ir a pagina do correio, dar congratulações aos aniversariantes do dia, a título de passar votos de felicidades. Essa ação diária e religiosa me faz ser um membro que no mínimo uma vez ao dia, visito a rede. Mas nem sempre com o tempo suficiente de navegar pela mesma. Percebi também que com a falta dos compartilhamentos de mensagens passei a deixar de ler muita coisa a qual era leitor assíduo, alguns amigos também perguntaram cadê meus artigos, que sempre entravam para lê-los. O que me estimula em escrever para rede é a contribuição para o debate, mas se fico na duvida se o que escrevo é ou não a bola da vez de passar pelo crivo dos moderadores, a título de não incomodar meia dúzia de internautas dondocas. Prefiro me reservar, para o artigo não ficar em meio uma galeria de textos, postados na semana, perde-se total função de ser, e não cumpre com seu objetivo inicial. A meu ver cada artigo, ainda mais no patamar dos colaboradores que temos, é um instrumento de motivação e enaltece nossa rede, tem sim que estimular esse debate, caso contrário a tornaremos um folhetim de noticias apenas, de eventos e bingos sociais.

Com essas casualidades, percebi meu distanciamento da rede, e não pela falta de conteúdo, porque quando vou olhar, passo a lamentar, tiver perdido artigos de pessoas como Sérgio São Bernardo, Edson Cadette e muitos outros que nos enchem os olhos com seus pensamentos. Mas notei que o que me motivava ou não me deixava esquecer-se da nossa rede e estar sempre em interação com esse movimento de idéias é justamente os compartilhamentos que recebia. O argumento dos incomodados, de estarem sendo sempre informados do que se acontece na nossa rede, me parece estranho se considerando a internet como meio de relacionamento. Existem essas redes de relacionamentos, e sabemos o bombardeio de e-mail’s na maioria inúteis, que invadem nossas caixas de correio, e com duas ações uma de selecionar as mensagens indesejáveis, outra clicar em excluir-me da à alternativa de me ver livre dessas mensagens que julgo serem inúteis. Não se faz necessário que todo um movimento se prive de crescer, pelo meu melindre pessoal. Essas redes de relacionamentos assim como qualquer grupo que pensa em agregar pessoas usam dessa estratégia, para terem seus sites com as devidas visitas almejadas. Eu que não sou fã dessas redes, acho um saco, seus postais coloridos sem vidas, tags e todos os artifícios que as pessoas usam, para serem agradáveis, estou numa em que pessoas que se quer têm conhecimento de quem sejam, mandam verdadeiros painéis multimídias. Sabe por que sei de tudo isso, mesmo o repúdio declarado a esses meios, eu me vejo visitando-o diariamente. Seu conteúdo é infinitamente menor do nosso Correio Nagô. Portando cabe aí a começarem a considerar a volta dos compartilhamentos, essa atitude politicamente correta, prestou um desfavor, ao crescimento da nossa rede.

A base do Correio Nagô é cognitiva, e sabemos que qualquer conteúdo intelectual para se cair nas graças da pessoa precisa de um auxilio, estratégico e integrado, temos que ser Ostensivos, mostrarmos que estamos ali, aprofundando reflexões, e mostrarmos que pensarmos em conjunto é prazeroso. No começo fiquei chocado, porque se lançava uma chamada dizendo “negro apanhou na esquina tal”, os movimentos negros e simpatizantes deixavam uns trinta comentários. Aí vem uma pessoa e escreve sobre a arqueologia da violência, ações afirmativas de combate a tal violência, parâmetros de visão, erros e acertos de políticas e etc. o artigo ficava a míngua sem uma opinião a favor. Esse quadro estava sendo mudado, longe do ideal, mas já mais pessoas percebendo que de comoções apenas não se faz história e nem se transforma realidades. O exercício do debate é muito importante, mas é um trabalho que depende do comprometimento de todos, e usarmos todas as estratégias de marketing social, carisma pessoal, isso só ocorre com a persistência de um vendedor. E vale lembrar que o ”biscoito fino que fabricamos”, ainda não caiu no gosto popular.

É sabido que dos 2.600 membros, um percentual mínimo é ativo em nossa rede, a cada artigo que me disponho, a escrever o compartilho com meus contatos externos fazendo com que esses se interessem, pelo correio, pelo que se passa, por sua vida diária. Aqui esta meu apelo aos moderadores, compartilhem criem estratégias, agregadoras, e aos demais membros, vamos aquecer cada vez mais esse espaço e fazer dele uma Rede Social de fato.

Sérgio Cumino

Exibições: 40

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de Paulo Rogério em 17 junho 2010 às 22:21
Sérgio, estamos compartilhando mais conteúdo agora. Seu artigo foi definitivo para isso..vamos pensar novas idéias para nossa rede. Viu a matéria na RAÇA sobre o Correio NaGô?
Comentário de lokinha pauliceia em 22 maio 2010 às 14:21
Ola Sergio,parabens pelo belo artigo.Sei que ando em falta com o correio nago.
Mas que todos saibam,e a melhor rede de relacionamentos das quais faço parte.
E apesar de pouco acessar tenho compartilado com meus amigos,que por sua vez têm elogiado muito seus artigos.
Continue sempre,nao se deixe atingir pelas criticas,afinal e com elas que crescemos.
Parabens por mais esse artigo.
Um grande abraço
Comentário de Nyyra em 22 maio 2010 às 4:31
Ola, Sergio te parabenizo por tamanha dedicação a nós amigos internautas, pois acredite pra mim é sempre um prazer entrar e ter algo seu pra ler ou meditar, grande beijo meu querido amigo

"O maior prazer que alguém pode sentir é o de causar prazer aos seus amigos."


Eu por vez começo a fazer um comentário por mim mesmo, não entro sempre aqui no correio nagô, mas é uma das minhas prediletas, quanto a falta de interesse não sei talvez outras paginas de blogs tenha atrativos que nos chamem mas a atenção q aqui ou não. O importante é não deixarmos de visitar e entrar mas uma das paginas mas interessantes que já vi, digo isso por que o conteúdo que temos aqui não é qualquer coisa é informativo, Prestativo, e mas ainda cultural,. Eu mesmo serei, mas assídua em minhas visitas e aproveito pra saber também de quem interessar se e alguma forma minhas fotos estão fora do padrão do correio ou se posso continuar mim postando como sempre fui, pois deixo aqui claro que este é meu jeito de ser e de mim expressar e tudo deixo bem esclarecido dentro do mas alto respeito, tanto que os amigos que aqui tenho se fazem respeitar e serem respeitados dentro de nossos convívio familiar pois é assim que vejo esta pagina de comunicação virtual.Beijos a todos. Ana Lucia ou somente NIRA

Comentário de julia brito em 21 maio 2010 às 23:36
Confesso que entrei no correio por conta do meu amigo Sergio e nem entendia bem o real proposito só recebendo os e-mails é que passei a entender realmente do que se tratava e receber correios avisando sobres as questões expostas no site nao me incomoda em absoluto e acho que não deveria incomodar ninguem ja que interagir faz parte de todo meio que requer divulgação.e temos a opção de ler ou não
Muito oportuna sua matéria Sergio,brilhante como sempre nas suas conotaçoes
Parabéns
JuLia
Comentário de Kátia de Araújo Jende em 21 maio 2010 às 22:27
Sérgio
Parabéns pelo artigo,farei minha parte divulgando com os amigos.
É de grande importância esse trabalho social..
Beijo
Comentário de anita de jesus costa em 21 maio 2010 às 17:36
AMEI AMIGAO..BOA SORTE..CONTINUE ASSIM..PARABENS
Comentário de Profª Diana Costa em 21 maio 2010 às 0:45
Meu amigo concordo com você, realmente temos que incentivar uns aos outros, não podemos deixar essa mídia social importante se acabar; temos que compartilhar e abrir discussões sempre e qndo necessário "puxar a orelha dos moderadores", para que eles reflitam ou seja pensem no que foi proposto por vc; temos que fazer o diferencial e não cair na mesmice que vemos na maioria dos sites.
Um beijão pra vc meu grande amigo!!!
Sua amiga baiana apimentada rsss.
Dai
Comentário de Elizabeth carneiro em 20 maio 2010 às 19:34
Gostei de sua postura quando chama os Moderados a compartilhar ,criar novas estratégias para que essa página tenha verdadeiramente uma nova cara de agregadora de ideias e que possa trazer melhores matérias e nao cair na mesma linha de outras páginas que estão sempre com a mesma cara...Quando conheci e comecei a entrar nessa página eu queria e ainda quero muito mais !!Quero leva-la para uma sala de aula e promover debates de tudo que estiver aqui para melhorar a capacidade de compreenção dos jovens que necessitam de quem os guie para uma sociedade melhor!Parabéns pelo artigo!!
Comentário de Nyyra em 19 maio 2010 às 19:39
Temos como transforma ódio em amor raiva em paixão. Basta os dois quereres mudar o rumo da conversa que estão indo pra uma discussão sem retorno a um momento agradável e com um bem saboroso e inesquecível
Beijos de sua amiga: Ana ou Nira

PLANTANDO SEMENTINHA DA AMIZADE
Comentário de Gleyde Barreto em 19 maio 2010 às 16:29
Caro Sérgio,
Concordo plenamente contigo e junto-me a você na defesa ao compartilhmento, afinal esta é uma rede social e entendo que o relacionamento entre os participantes mantém viva e pulsando a verdadeira função que penso ser a desse "Correio" que é a socialização da informação com perspectiva de transformação.

Espero que os nossos queridos moderadores reflitam com carinho as suas considerações.

Umforte abraço.

© 2017   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço