Religiosos farão protesto contra projeto de vereador que proíbe “sacrifício de animais” em rituais

candomble-a-francesa-12

Redação Correio Nagô – Após o vereador Marcell Moraes (PV) ter apresentado na sessão ordinária desta terça-feira (30) o polêmico projeto de proibir que animais sejam sacrificados em rituais realizados em terreiros de candomblé, representantes de religiões de matrizes africanas prometeram fazer uma mobilização na próxima segunda-feira (6) na Câmara de Vereadores de Salvador.

“O projeto está rodeado de intolerância. Fere a Constituição e o direito à liberdade de culto religioso. É um retrocesso. Não podemos aceitar”, disse, em entrevista ao Portal Correio nagô, o vereador Sílvio Humberto (PSB).

Para ele, as religiões de matrizes africanas te como um dos princípios a defesa do meio ambiente. “A forma como ele argumenta é intolerante e autoritária. Não se coloca no lugar do outro. Uma cidade negra como Salvador não pode deixar um projeto dessa natureza prosperar, mas pelo que vi dos vereadores esse projeto não deve ir para frente”, complementou Humberto.

A socióloga e presidente do Conselho de Desenvolvimento da Comunidade Negra da Bahia (CNDC), Vilma Reis, ressaltou que o primeiro aspecto que “tem que ser enfrentado” no debate é a chamar a utilização de animais nos cultos de “sacrifício”.

“Chamar de sacrifício é uma forma intolerante de quem ignora as práticas religiosas. Diversas religiões no mundo fazem oferendas com carneiros e outros animais. O estranho é esse ataque cotidiano às religiões de matrizes africanas de cunho racista”, ponderou Reis.

“É uma aberração um legislador ter uma posição política como esta porque o legado imaterial de Salvador está ligado ao legado das religiões de matriz africana”, complementou a socióloga.

Já para o presidente da Associação Cultural de Preservação do Patrimônio Bantu (Acbantu), Taata Lubitu Konmannanjy, o vereador teria que se colocar contra também os frigoríficos e empresas como a Perdigão. “O abatimento que se faz é com respeito ao animal. Tem reza, canto e além de tudo é o alimento que comemos no nosso ritual. Isso é uma questão de intolerância religiosa”, destacou.

De acordo com informações do A Tarde, o caso ganhou repercussão também nas redes sociais. Em seu perfil no Facebook, o médium baiano José Medrado criticou a iniciativa do vereador. "É preciso conhecer, para não satanizar a religião de ninguém", afirmou.

Em sua postagem, Medrado questionou a intenção do projeto. "Todas as partes do animal vão servir de alimento, nada é jogado fora. O couro do animal é usado para encourar os atabaques, o animal inteiro é limpo e cortado em partes; algumas partes são preparadas para os orixás e o restante é destinado aos demais", argumentou.

Em entrevista a um site de notícias local, Marcell Moraes declarou que encara com tranquilidade a promessa de manifestação. "Será até bom que poderei expor os meus motivos. Sou um defensor da causa dos animais. Não tenho nada contra o candomblé ou qualquer outra religião", explicou o vereador verde.

Marcell disse que “não tem nada contra a religião, mas é contra o uso de animais para os rituais”. “Não tenho um projeto de religião. A proposta é voltada para a área de animal. As pessoas precisam refletir mais sobre a preservação dos animais. É importante lembrar que cultura não pode virar tortura”, emendou.

Marcell ofereceu ainda, uma alternativa aos frequentadores de terreiros de candomblé, caso a medida seja aprovada. “A própria religião prega que os orixás são bons e puros. Então, elas (entidades religiosas) vão compreender se trocar a oferenda e oferecermos folhas ou plantas no lugar dos bichos sacrificados”, opinou.

*Por Anderson Sotero

Exibições: 890

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de Claudia Martins em 16 maio 2013 às 22:57

Meu caro amigo Adelson de Brito ! 

Mais uma vez agradeço tuas generosas palavras de incentivo. Fico muito feliz. Que Deus te retribua e te proteja !  Amém ! 

Não tenho outra alternativa e  mais  uma vez tenho que concordar contigo, pois como diz o velho ditado, quem quer vai, quem não quer manda. Se cada um de nós fizer um pouquinho dentro das nossas possibilidades, conseguirmos vencer toda carga de preconceito que existe contra  nós. A propósito, fiz um novo post no blog para celebrar o Dia da África. Confira !

25 de Maio Dia da África. História da Independência da África: a co...


25 de Maio é o Dia da Áfricadata foi instituída pela “Organização da Unidade Africana” (OUA) em 1963, na cidade de Addis-Abeba, capital da Etiópia,  país situado a nordeste do continente. O objetivo é  comemorar  o Dia da  Libertação da África.  Naquele   25 de Maio, reuniram-se em Adddis-Abeba líderes de 32 países africanos, que assinaram a carta  que   declara a  Libertação  da África  contra a subordinação  imposta pelos europeus. A Partilha ou divisão da  África entre os europeus foi   definida pela Conferência de Berlim, entre 1884 e 1885, e  significou a apropriação pelos europeus  das  riquezas humanas e naturais do continente...
Leia o texto na íntegra. Clique no link abaixo:
Comentário de Adelson Silva de Brito em 16 maio 2013 às 11:48

Oi Claudia

Vou aproveitar esse espaço e pegar carona para te dar parabéns!

Gostei do post sobre o 13 de Maio. Voce o redigiu sob muito zelo e responsabilidade didática. Um nova conclusão com relação as "políticas públicas" de fomento a igualdade racial, no nosso país, as tendencias corporativistas dos políticos profissionais: Não haverá no curto e médio prazos qualquer geração de políticas efetivas que promovam o resgate da cidadania afrodescendente. O que temos que fazer é promover as açoes afirmativas a partir das nossas inciativas individuais, e, a partir do momento em que essas ganharem corpo social, os políticos profissionais virão atrás, haja vista a sede por oportunidades que caracteriza essa classe. Beijos para voce e parabéns pela sua iniciativa.

Comentário de Claudia Martins em 8 maio 2013 às 12:57

Adelson, meu querido amigo virtual !

Muitíssimo  obrigada por suas palavras de incentivo. Fico muito feliz !

Concordo e o parabenizo por sua brilhante e oportuna análise.  Parabéns !

Veja o post que fiz sobre o 13 de Maio de 1888. Vc  e todo o grupo vão  gostar. Muito bom !

13 de Maio de 1888: um povo, uma lei, um artigo, uma frase. Quantos destinos? Que libertação ? Texto completo da Lei Áurea, que oficialmente acabou com a escravidão no Brasil


 
 Texto completo da Lei 3.353, de 13 de Maio de 1888, conhecida como  a  Lei Áurea:
A Princesa Imperial Regente, em nome de Sua Majestade o Imperador, o Senhor D. Pedro II, faz saber a todos os súditos do Império que a Assembléia Geral decretou  e ela sancionou a lei seguinte...
Leia na íntegra. Clique no link abaixo:
Forte abraço !

 

Comentário de Adelson Silva de Brito em 3 maio 2013 às 20:01

Cláudia, parabéns pela sua postura de resgate da valorização das nossas tradições mais caras.

É importante que tomemos posição nas trincheiras da tolernacia e denucniemos a ignorancia sob todas as suas formas, com especial rigor para os casos em que essa mesma ignorancia assume a forma do racismo e prega uma pseudo superioridade, ao "apontar práticas primitivas" associadas a rituais que diferem das suas concepções eurocentricas do que seja estético.Para nós é inaceitável que alguém que se diga verde, torça o nariz para o legado africano por puro preconceito e incapacidade de adimitir que o Negro Africano,("inferiorizado a priori" pela boçalidade do branco europeu ignorante) foi capaz de criar concetos milenares como “ọfọ̀” e ẹ̀jẹ”,sem usar a "escrita".

Comentário de Claudia Martins em 3 maio 2013 às 19:02

Tereza, Adelson de Brito, Vanderson, Marta, Nadir, Jc Historiador, e toda gente  !

Parabéns pelos comentários !  Trazem muito conteúdo e muita informação importante. Algumas eu desconhecia. Obriga por compartilhar. Vejam o post que fiz no meu blog sobre Herança cultural da África,  onde falo sobre Lendas Africanas e sito  a lenda do  Orixá  OSSAIN (Ossaniyn, Ossaim, Ossãe, Ossain, como se escreve habitualmente).

Ele é o Senhor   das virtudes das folhas, plantas medicinais e  litúrgicas.  Esse vereador verde deveria  se inteirar mais sobre os rituais africanos, para saber que os adeptos do candomblé são  grandes  defensores do meio ambiente e têm uma relação de defesa ancestral da mata.   Título do post:

África e Herança Cultural: histórias, contos e lendas africanas. Lendas dos Orixás, deuses da África. Instrumentos musicais de origem africana

http://serravallenaafricadosul.blogspot.com.br/2013/04/heranca-cult...

 

Comentário de Tereza Oliveira em 3 maio 2013 às 11:02

Os rituias que se vivem nos terreiros de candomblé, são seculares e os animais são oferendas e não sacrificios. Eles fazem parte da cosmivão que acolhe as práticas religiosas de  matrizes africanas, na qual o meio ambiente é apropriado e respeitado. Vc imagina no rito católico o padre ofertar o corpo de cristo ,metaforizado na  hóstia, usando uma rodela de banana, pipino , larnaja etc? Pois é isso que o estupido do Marcell Moraes sugere, a compreensão das entidades para a adoção de rituais vegetarianos. A ideia de uma estética vegetariana é uma opção e não um decreto, Tenha paciência,  Marcel que nos impor o seu mundinho como totalitário..

Comentário de Adelson Silva de Brito em 2 maio 2013 às 9:06

Minha Irmã Nadir, meus Irmãos e Irmãs, eu me sinto na obrigação de voltar a adicionar um pequeno comentário ao perceber a citação do nome de uma figura pública da nossa cidade.Hoje, aos 58 anos, quero pontuar a posição que tenho quanto a figura pública do Sr. Gilberto Gil, a qual é fruto do seu primeiro posicionamento político, realçado quando esse senhor, tomava posse no cargo de vereador, nessa capital negroafricana,batizada com o nome de "Salvador" pelo invasor português, ele iniciou o discurso dele fazendo referencia a "gente morena". Alí, naquele momento, para mim ele matou a sua condição de referencia da militância negra e desceu para a "galeria dos escurinhos que não criam problemas" onde foi fazer companhia a Pelé.Daí a ele cantar loas a uma das "rainhas brancas do axé", não percebo qualquer prática de sacrifício aos seus valores.

Comentário de Vanderson em 1 maio 2013 às 17:20

Desde o evento das POMBAS CINZA, PRETA E BRANCA FEITA EM 2003 NA BAHIA que no BRASIL fizeram questão de ROUBAR  a própria historia NA FRENTE DO mundo que OGUM vem dando recado, que quer o povo de santo que na CAPOEIRA, quer O PANO ORIGINAL, ou seja, pano de saco, pois BRANCO PELA PAZ  é RACISMO EXPLICITO,  paz não tem cor, nem de pele e nem de roupa,  mas SIM  comportamento  de cada pessoa ! E Yemanjá há muito já CONFIRMO sua verdadeira COR a PRATA,  tempo CINZA, IANSÃ = ROSA MARAVILHA E OXUM esta de SALMÃO  e é preciso que estas muitas mães e pais de santos não se deixem levar mais pelas suas vaidades ou jogo de interesse político para parar de falar a linguagem NAZISTA através dos seus pseudos santos,  POIS OS ORIXÁS DE VERDADE JAMAIS VAI ACEITAR  continuar a serem CÚMPLICES  de extermínios do povo principalmente PRETO, através dos cinismo das cores que BRANCO  e AZUL  em homenagem aos ditos sangues azuis, vermelho do COMUNISMO  e amarelo pois os NAZISTAS  que tentam ainda hoje através não só das religiões matrizes africanas, mas de todas as outras religiões continuam através das cores tentando ainda o APRISIONAMENTO RIDÍCULO de ser humano tamabem para ser humana, por causa de seus vis interesses, usando até mesmo os nossos ORIXÁS  para tentar continuar a manipular,   mesmo com INÚMERAS TRAGEDIAS E ENORMES PREJUÍZOS  que estão tendo, pois os ORIXÁS  vem mostrando mas muitos(as) não se EMENDAM!

A rede bobo colocar a MARROM junto com o outro ator preto,na novela para DESFAZER de sua própria RELIGIÃO AFRICANA OU DA MACUMBA?
Só a evangélica e a católica é quem tem que ser respeitada não é??? Para virar tudo do CANDOMBLÉ OU UMBANDA de Jesus também, COMO JÁ FAZEM Sal grosso, arruda chave de cera, simpatia do coração é tudo da MACUMBA! Mas na religião do preto, seria do demônio na mão deles para JESUS GANHAR DINHEIRO? E ainda colocam os artistas pretos quando não fazem pintar o cabelo de loiro(a) colocam em cores NAZISTAS( AZUL, VERMELHA , BRANCA E AMARELA??? CAMPANHAS DE BOICOTES NOS PATROCINADORES é o que FUNCIONA bem!!!! E depois as empresas destas igrejas, não dar nem emprego ao povo preto ou quando dão, seria por RAÇÕES(cotas)???? Vamos proibir principalmente as DESCARAÇÕES ABERRANTES CONTRA A VERDADEIRA DEMOCRACIA? Como ter a cara de pau de fazer lei de RACISMO EXPLICITO contra a constituinte? Que diz que,”Todo ser humano seria igual etc.? “ Quem comanda as POLITICAS e os policias? R; PADRES E PASTORES, que são tudo da mesma MAFIA da maioria das mídias e estas MUITAS pastorecas e padrecas, não deixam pagar bem policias, querendo que percam vidas a troco de nada, frente a ENORME VIOLÊNCIA que estes dirigentes de IGREJAS criam pois com isto é que suas FABRICAS DE CÂMERAS ou objetos de supostas defesas da violência, estariam batendo KD dia mais Record de vendas? Mas mandando tirar até os direitos já adquiridos também dos POLICIAS como de aposentadorias e etc ou como fazem os políticos, tirar em os direitos de qualquer outra classe de trabalhadores como de professores, pois com o povo EDUCADO, vai logo saber que esta historia de pré sal NÃO EXISTE??? Estes padres e pastores fazem de tudo só para sobrar mais nos cofres de IGREJAS? Quem comanda a bandidagem? DIRIGENTES DE IGREJAS, que na maioria das vezes, infiltram gente para brigar, fazer baixaria até mesmo em festas de aniversário e depois o Funk, Rep, Reague, Hip Rop, Samba, Rock que era do DEMONIO DE SATANÁS, tentar induzir o “REBANHO” ou como se o povo fosse seus gados? Ou TENTAR LEVAR TODOS PARA IGREJA para  virar tudo de "Jesus" ? (E o livre arbítrio ficou onde?? ) Detalhe no inicio ou quando a gente cobra fingem que colocam pretos , depois fazem ou a rainha do FUNK ser loira ou preta pintar o cabelo de loira, assim também como fazem com diversos jogadores e etc. tudo para tenta se afundar cada vez mais nesta TREMENDA RIDICULARIDADE NAZISTA que pelo que fazem em pleno século XXI demonstram que seus cérebros se é que possuem estariam totalmente atrofiados! 


Para que serve a lei do silencio? Para em São Paulo dizerem que vão proibir o FUNK NAS RUAS? Funk é como qualquer outro estilo de musica, se o proíbem qual seria o próximo ritmo a ser proibido? Mas se for assim VAMOS FAZER UMA BELA MOBILIZAÇÃO alem das inúmeras CAMPANHAS para BOICOTES como em produtos da VENICHIS, RIOLICHOEIRO etc. ou estas propagandas de ESPANTA LHAS ou as ESPANTAM FREGUESIAS de de hoje já quase 80 % de EX consumidores destes produtos NAZISTAS, e exigiremos TAMBÉM QUE SE PROÍBAM NESTAS INÚMERAS IGREJAS, o tal AXÉ , FUNK, ROCK etc de “Jesus” neste ROUBO CULTURAL e embranqueci mento de todas as nossas FRENTES de trabalho, que no CINISMO das cotas estavam colocando todas a s frentes de trabalho de nossa gente em cotas para suas própria criações como pude observar mais de 40 pessoas literalmente de branco jogando capoeira e só três pessoas de cor preta no meio trabalhando e quando se fala ainda possuem as CARAS DE PAU de induzir e colocar nossa gente PRETA na frente destes programas, destas igrejas, para dizer com CINISMO que seria a nossa própria NAÇÃO preta que se ROUBARIAM ou que se esculhambariam como fizeram com nossos artistas pretos na novela, para estes SALAFRÁRIOS ganharem dinheiro as nossas custas para logo em seguida EMBRANQUECER TUDO QUE NOS PERTENCEM POR DIREITOS DE CRIAÇÃO! Não precisa funcionar para o barulho das igrejas LADRONAS, DE RITMOS, que não respeitam os direitos de quem não quer OUVIR suas SACANAGENS? Pois não deixam ninguém ver novelas, ver filmes etc. tem que ficar escutando só eles??? E a lei do SILENCIO PARA IGREJAS NÃO VOGARIAM? Fazem barulho altas horas da madrugadas sem RESPEITO com os bichos que querem dormir nas matas onde fazem suas LADAINHAS HORROROSAS de madrugada?

PRETO E CINZA É NOISSSSSSSSSSS GALERAAAAAAAAAA
REPASSEM E AVISEM AS GALERAS PRETAS  como a da CONEME  ou midia etnias que seus sites ou não estariam funcionando ou nesta DEMONIO CRACIA  desviam as mensagens  e etc.

Comentário de Jc Historiador em 1 maio 2013 às 15:00

 Uma BALELA.

 Sou protestante mas vejo que a questão dos rituais das religiões de matriz africana não precisam ser revistas. O Sr. vereador que esta tão "preocupado" com a preservação dos animais deveria se informar melhor, pois veria que os animais utilizados pelas religiões de matriz africana para sacrifício, são animais criados em cativeiro, o que não justifica a tal "preocupação".

Comentário de Martha Sales Costa em 1 maio 2013 às 14:37

Saudações a tod@s!

Se o vereador em questão quer agir em defesa dos animais uma boa sugestão seria refeltir sobre as condições como os animais são abatidos para chegar à mesa dos consumidores Brasil afora só pra citar um exemplo, dentre outras questão muito mais pertinentes e importantes quando se fala em defesa dos animais ou da própria natureza, e começar a fazer um trabalho mais consistente em torno disso, do que apenas servir de intrumento da intolerância, preconceito e desrespeito às práticas e rituais realizados no Candomblé, o que é nítido em seu propósito, e não há como admitir que tal postura e atitude possam tomar forma. O partido Verde precisa se posicionar para que saibamos se o mesmo referenda esse tipo de pensamenrto e atitude ou se é algo isolado relacionado apenas ao cidadão e político em questão, e assim deixar as coisas mais claras. Quanto ao "sacrifício", compreendo que o que é preciso é um conhecimento mais ampliado e aprofundamento sobre o que isso significa de fato e como esteve e está presente em toda Religião, e nas diversas sociedades e culturas, historicamente falando, em formas e contextos diferenciados. São sacrifícios de oferta (imolação e o holocausto), sacrifício de comunhão, sacrifício de louvor, sacrifício votivo, sacrifício espontâneo, sacrifício de expiação, sacrifíco pelo pecado, ofertas de incensos, oferta vegetal, jejum, dízimo (levando em conta o suor derramado e o trabalho), etc. Em todo esse contexto sacrificial o princípio da dádiva está presente juntamente com as relações de reciprocidade e assimetria.

Enfim, só assim poderemos desmistificar contribuindo para uma relação de respeito antes de tudo, às diferenças religiosas e culturais, e para um diálogo fecundo diante dos diversos aspectos e temáticas que tem nos tocado mais de perto e nos interessam de forma mais efetiva.

Que Iyá Ori nos traga na força e movimento de suas águas, o equilíbrio, a força, a harmonia e o respeito nececessários nessa luta que é de toda a sociedade.

Axé e paz!

Iyá Martha Sales

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço