Sacerdotisa de Matriz Africana tem seu RG com vestes sacerdotais!

Hoje é um dia especial!

A assessoria do Dr. Laércio Benko (Pai Osvaldo Trajano e eu) estivemos presente num momento único da Mam’eto  Indemboakenã Angola do Abaça Indemboakenã Matamba Raizes de Angola da Vila Brasilândia, onde ela é a 1.ª Sacerdotisa do Estado de São Paulo e quiça do Brasil a ter seu R.G. com suas vestes sacerdotais!

Agradecemos ao Poupa Tempo da Lapa, por tratar os sacerdotes de Matriz Africana ou de outros segmentos com o respeito, carinho e conforme esta previsto no Artigo V da Constituição Federal no seu artigo VI e o VIII que diz: “ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se incocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recursar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei”.

Quando o Povo do Santo se une e tem respaldo jurídico ao seu favor nada é impecílio para termos nossos direitos garantidos!

Agradecemos a oportunidade de pertencermos a uma equipe vencedora e que esta fazendo a diferença no escritório jurídico do Dr. Laércio Benko,  estar lutando pelos direitos do Povo do Santo sem fazer alarde e fazendo a diferença!

Exibições: 798

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de marcus maia em 4 julho 2012 às 9:29

Ago,e parabéns pela atitude,ai no estado de São Paulo em quantos muitos aqui em Salvador esconde a sua religião fico feliz de saber quem tem gente como eu que tem o axe na vida,para onde estivemos ase ya 

Comentário de CECI SILVA em 30 junho 2012 às 16:42

Tudo que vem somar para que as Religiões de Matrizes Africanas sejam respeitadas dentro da sociedade deve ser celebrado por nós como uma vitória. Parabéns para todos os irmãos de Santo envolvidos nesta conquista. Grande abraço.

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço