Salvador recebe chefes de Estado para debater combate ao racismo

A cidade que tem a maior população proporcional de afrodescendentes fora da África será durante quatro dias o centro das atenções dos debates mundiais acerca de políticas de combate ao racismo, à xenofobia e à discriminação e à intolerância raciais. Salvador recebe a partir do próximo dia 16 de novembro chefes de Estado, gestores públicos, representantes de organizações da sociedade civil, artistas e pesquisadores envolvidos com a questão racial para participar do Encontro Ibero-americano dos Povos Afrodescendentes (Afro XXI). Além da presidente Dilma Rousseff, são esperados outros 11 chefes de Estado.

A programação começa com o fórum de entidades da sociedade civil, que tem o objetivo de formular propostas a serem submetidas aos chefes de Estado, que se reúnem no fechamento do evento, dia 19. Dias 17 e 18, os debates serão conduzidos por especialistas com a participação de representantes governamentais e de entidades ligadas a cada tema. Entre os assuntos em destaque estão "Racismo e representação midiática", "Marcos legais antirracistas e acesso à Justiça" e "Censos e estatísticas das desigualdades raciais: da constatação às políticas públicas".

Para o secretário de Promoção da Igualdade Racial da Bahia, Elias Sampaio, "o povo de Salvador, que tradicionalmente se identifica como afrodescendente e tem um sentimento de pertencimento a essa esfera cultural terá agora mais um motivo para fortalecer ainda mais esse reconhecimento". Ele acredita que uma das propostas a serem aprovadas no encontro é a de transformar Salvador na "capital afrodescendente das Américas". "Essa definição poderá dar ainda mais força ao trabalho transversal de combate ao racismo e de promoção da igualdade no nosso estado"

Além da presença de especialistas e representantes de organismos e governos de diversos países, Salvador será também agraciada com uma ampla programação cultural. Os palcos do Pelourinho abrigarão um festival de música afrodescendente paralelo ao evento. Atrações de vários países que juntarão com artistas locais para traçar um panorama da música afro no mundo. Os eventos serão abertos ao público e gratuitos. A única exceção será o show que Gilberto Gil fará junto com a cantora e ministra da Cultura do Peru Susana Baca para os chefes de Estado que se reunirão no último dia do encontro.

Fonte: SEPPIR

 

 

Transimissão do debate em Salvador

Com a grande procura por inscrições, que se encerraram na sexta-feira por conta de todas as vagas terem sido preenchidas, a organização do Encontro Ibero-americano do Ano Internacional dos Afrodescendentes (Afro XXI) vai disponibilizar alguns dos debates e mesas-redondas através de teleconferência. Numa parceria entre a Fundação Pedro Calmone o Centro de Estudos Afro-orientais (Ceao), da Ufba, o sinal de transmissão via internet será retransmitido nos dias 17 e 18 no auditório do Ceao (Praça Inocêncio Galvão, 42, Largo Dois de Julho).

A abertura do evento, no entanto, será aberta à participação de todos os interessados, mesmo de quem não realizou inscrições. Ela está marcada para as 9h30 no Centro de Convenções da Bahia, com a presença do governador Jaques Wagner, do titular da Secretaria Geral Ibero-americana, Enrique Iglesias, da Ministra Luiza Bairros, dentre outras autoridades. A partir das 13h30 de quinta-feira (17) começam as palestras e mesas temáticas, eventos que serão restritos aos inscritos.

Quem quiser acompanhar de casa as discussões pode acessar o site WWW.funag.gov.br/afro21/aovivo. O mesmo sinal será transmitido no auditório do Ceao para quem comparecer ao local. Não será necessário se inscrever para assistir à transmissão. A parceria visa atender aos interessados que não conseguiram inscrição presencial no evento ou que morem, trabalhem ou estudem no Centro de Salvador.

O encontro tem como objetivos principais estimular o intercâmbio de conhecimentos, cooperação regional, nacional e internacional, além de colaborar para a formulação de políticas públicas voltados à população negra. A atividade reunirá representações governamentais, da sociedade civil e parlamentares de países africanos, e ibero-americanos.

 

SERVIÇO:

O quê: Transmissão do Afro XXI - Encontro Ibero-Americano do Ano Internacional dos Afrodescendentes – direto do Centro de Convenções da Bahia.

Onde: Auditório Milton Santos, do Centro de Estudos Afro-Orientais, CEAO/UFBa, Praça Inocêncio Galvão, 42, Largo Dois de Julho.

Quando: de 17 e 18 de novembro (quinta-feira e sexta-feira)

Horário: 9h às 18h

Entrada Franca

 

Exibições: 262

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de Isaias Américo Vasconcelos em 16 novembro 2011 às 23:12

Mais um Encontro IBERO acontece na Bahia, para tratar de assunto que agride as comunidades negras quanto ás questões raciais e a discriminação existente, e, este encontro não tem destaque na mídia nacional pelos grandes veículos de comunicações do sul do país.

Comentário de Instituto Mídia Étnica em 16 novembro 2011 às 22:40

Obrigado, Rafael. Qualquer novidade, por favor, posta aqui na rede. Abraços da equipe do Correio Nagô.

Comentário de Rafael Prince em 16 novembro 2011 às 18:05

Caros membros do Correio Nagô,

O Encontro em Salvador será transmitido online em http://funag.gov.br/afro21 .

Como forma de divulgar o encontro, o perfil do Itamaraty no Twiter (http://twitter.com/mrebrasil) está promovendo um concurso de tweets sobre a diversidade étnica brasileira. As melhores frases, em 140 caracteres, serão premiadas.

Deixo aqui meus parabéns por essa rede social tão interessante!

Um abraço,

Rafael Prince

- Coordenação de Divulgação / Ministério das Relações Exteriores

 

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço