Projeto irá estimular o protagonismo juvenil através da inclusão social, cultural e tecnológica

Por Jaqueline Barreto/ Da Redação do Portal Omidudú

Recepção afro marcada pela ostentação da beleza negra. Decoração que remonta as origens africanas. A sede do Ilê Aiyê, localizada no bairro da Liberdade, local consagrado e simbólico da cultura negra, foi palco, na noite dessa segunda-feira (28), da assinatura do convênio do Programa Trilha. Desenvolvido pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), tem como finalidade a inserção cultural e produtiva dos jovens que vivem em situação de risco e vulnerabilidade social. O objetivo é que a juventude atue como agente de desenvolvimento na família, no mundo, na comunidade , funcionando, assim, como sujeito político de transformações históricas.
O Trilha foi criado para promover a inclusão no mercado de trabalho a partir das parcerias firmadas com ONGS que desenvolvem projetos de capacitação e qualificação voltados à juventude. O convênio foi assinado com o Núcleo Omi-DùDú (DiDá ALamojú), Prakatum (Música e comunicação), CDM ( Educar Para Construir), Ilê Aiyê (Tv Curuzu) , Olodum (Tambor Cidadão) , Fábrica Cultural (Na trilha da Cidadania) e Tv Pelourinho. Como forma de tornar essa profissionalização real, a SEDES irá injetar cerca de 8 milhões de reais para realização dos projetos. “ Essa juventude não pode ser vista como um estorno da sociedade. Eles têm que ser vistos pelo viés do progresso e da emancipação. O jovem negro precisa trilhar caminhos que possam mudar a realidade deles. Temos que ocupar e resistir sempre!”, destacou Ana Torquato, Superintendente Alimentar da SEDES.
Os resultados positivos alcançados com o programa Trilha são constatados pela ampliação do número de estudantes beneficiados passando de 1.200 em 2007 para cinco mil. Além disso, o Trilha que contemplava apenas a capital baiana, atualmente, irá atingir 42 municípios do Estado. “Por quê no passado, na gestão anterior, o Estado não fazia convênios com entidades do movimento negro?! Nosso governo decidiu que a prioridade é a juventude negra. Esses jovens estão tendo a oportunidade de se capacitar e se tornar cidadãos de verdade”, questionou o deputado Federal Walmir Assunção e ex-Secretário da SEDES.
Conferir matéria na íntegra em : www.nucleoomidudu.org.br /jaquelinebarreto2008@hotmail.com/8788-7261

Exibições: 38

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço