Seminário aborda papel da mídia na garantia dos direitos humanos

Evento reunirá especialistas de renome e apresentará experiências da Bahia e do Brasil no tema


Qual o papel da mídia frente aos direitos humanos? Como ela pode colaborar para garantir que os direitos dos cidadãos sejam exercidos plenamente? Estas questões estarão em debate no Seminário Mídia e Direitos Humanos, que acontece na Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia (FACOM/UFBA), no dia 26 de agosto (quinta-feira), das 9 às 18 horas.


O evento vai discutir o Plano Nacional de Direitos Humanos, elaborado pelo governo federal com participação da sociedade civil e as polêmicas que giram em torno do papel da mídia desenhado no documento. Também vai abordar como a mídia brasileira e baiana vem cobrindo e mediando as questões ligadas aos direitos, principalmente aqueles relacionados à diversidade (raça, gênero, geração, classe etc).


Programação - O Seminário será aberto com uma análise sobre o contexto brasileiro da mídia e dos direitos humanos, conduzida por especialistas de renome, como Fábio Santos, secretário nacional de Educação em Direitos Humanos da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República; Edgar Rebouças, professor de Comunicação da Universidade Federal do Espírito Santo e coordenador do Observatório Regional de Mídia e Direitos Humanos; e Cicília Peruzzo, professora de Comunicação da
Universidade Metodista de São Paulo (Umesp).



Na parte da tarde, a mídia baiana estará em foco em duas mesas. A primeira apresentará uma série de experiências que vêm sendo desenvolvidas na Bahia por organizações sociais, universidades e poder público. Rodrigo Nejm vai relatar o trabalho da organização Safernet Brasil no combate à pedofilia na internet; Paulo Rogério, do Instituto de Mídia Étnica, vai apresentar como a mídia local tem retratado as questões de raça em Salvador, maior capital negra do País; Daniella Rocha, da organização CIPÓ – Comunicação Interativa e membro do Centro de Comunicação, Democracia e Cidadania (CCDC) vai abordar como alguns programas locais de TV em Salvador vem contribuindo para garantir ou violar direitos humanos, e Sivaldo Pereira vai apresentar um estudo sobre indicadores de direito à comunicação no Brasil, elaborado pela organização Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação Social.



A outra mesa será dedicada ao Ministério Público da Bahia, que vai abordar como o órgão vem se relacionando com a mídia, principalmente em relação à garantia dos direitos de crianças e adolescentes, cuja
palestra será conduzida pela promotora Márcia Guedes. O controle das atividades policiais na Bahia será tema abordado pela promotora pública Isabel Adelaide.



O Seminário Mídia e Direitos Humanos é promovido pelo Centro de Comunicação, Democracia e Cidadania (CCDC), órgão complementar da UFBA sediado na Faculdade de Comunicação, em parceria com as organizações sociais CIPÓ - Comunicação Interativa e Intervozes. O CCDC promove estudos, pesquisas, formação e extensão na área de comunicação e direitos humanos.



SERVIÇO:

O quê? Seminário Mídia e Direitos Humanos
Quando? 26 de agosto (quinta-feira), das 9h às 18h
Onde? Faculdade de Comunicação da UFBA (Rua Barão de Geremoabo,
s/n,
Ondina, Salvador, Bahia)



PROGRAMAÇÃO:


9h Abertura (Giovandro Ferreira - diretor da Facom/UFBA)

9h10 Fala de abertura (Nelson Pellegrino deputado federal e ex-secretário de Justiça e
Direitos Humanos da Bahia)

9h30 - Mesa Mídia e Direitos Humanos contexto nacional
 Fábio Santos - Plano
Nacional de Direitos Humanos - aspectos ligados à
comunicação
 Cicília Peruzzo - Comunicação e Direitos Humanos na
perspectiva dos
estudos e pesquisas acadêmicos
 Edgard Rebouças - Observatório
regional de Mídia e Direitos Humanos

14h - Mesa Experiências de monitoramento e mobilização sobre Mídia e Direitos Humanos
 CCDC (Giovandro Ferreira) - Monitoramento de violação de DH
em
programas televisivos
 Instituto de Mídia Étnica (Paulo
Rogério) - Enfrentamento ao racismo na mídia
 Safernet (Rodrigo
Nejm) - Monitoramento da infância na internet
 Intervozes
(Sivaldo pereira) - Indicadores do Direito à comunicação

16h - Mesa - Ministério Público, Mídia e Direitos Humanos
 Promotora Isabel Adelaide -
Mídia e controle da atividade policial
 Promotora Márcia Guedes
- Mídia e direitos da infância e da juventude


MAIS INFORMAÇÕES:

- Faculdade de Comunicação da UFBA
Contato: Giovandro Ferreira -
diretor (71) 8707-1018

- Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação Social
Contatos:
Pedro Caribé – membro (71) 9261-1026

- CIPÓ – Comunicação Interativa (71) 3503-4490
Contatos: Daniella Rocha – coordenadora do Núcleo de Incidência Política (71)
9939-5039
Nilton Lopes – articulador do Núcleo de Incidência Política
(71)
8148-6123

Milena Oliveira – comunicadora do Núcleo de Incidência Política (71)
8803-9883

Exibições: 13

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2019   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço