Vídeo Documentário sobre a vida da Yalorixá mais antiga da cidade de Santa Rita, PB, contada por ela mesma. Mãe Rita Preta, desde a sua infância tem um importante trabalho social no Bairro da Santa Cruz, na cidade de Santa Rita, onde desenvolveu um trabalho de alfabetização de crianças, jovens e adultos, alfabetizando boa parte daquela população, lutou pela religião afro-brasileira no estado da Paraíba, sendo fundadora da Federação dos Cultos Africanos da Paraíba, na década de 60, onde viajou por todo o Brasil por conferências diversas, ao lado do seu Babalorixá e primeiro presidente daquela Federação, e junto com ele percorreu todo o estado, conquistando filiados e lutando pelos direitos do povo negro afro-religioso, inclusive sendo presa pela polícia em algumas dessas visitas. Cresceu fazendo chapéus de palha e peças de cerâmica junto com a sua mãe para sobreviver, e hoje é uma das lideranças religiosas mais importantes naquele estado e no Brasil, tendo sido iniciada no culto da Jurema Sagrada ainda na década de 1940, culto fortemente difundido na Paraíba onde se originou, no Rio Grande do Norte, Ceará e Pernambuco. Mãe Rita Preta é símbolo da resistência das mulheres negras no estado da paraíba, e é citada pelo Mestre em História, Prof. Valdir Lima, como "A Rainha Negra da Jurema Sagrada na Paraíba"

Exibições: 184

Comentar

Você precisa ser um membro de Correio Nagô para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de Valdir de Lima Silva em 18 abril 2012 às 14:16

Salve Mãe Rita Preta, a Rainha da Jurema paraibana, todos eu asè, sua luta e resistência.Minha preta velha.

Comentário de Cleyton Araújo Ferreira (Ferrer) em 29 março 2012 às 16:19

Mãe Rita Preta é umas das pessoas mais fortes que já conheci na minha vida, tudo nessa mulher é forte, a ancestralidade, a história de vida, a militância, absolutamente tudo.

© 2017   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço