Lançamento da Rede de Mulheres de Terreiro da Bahia

Detalhes do evento

Lançamento da Rede de Mulheres de Terreiro da Bahia

Horário: 10 novembro 2010 de 13:00 a 18:00
Local: Espaço Cultural da Barroquinha
Rua: Barroquinha
Cidade: Salvador
Tipo de evento: lançamento
Organizado por: MOLIMNBRA
Última atividade: 11 Nov, 2010

Exportar para Outlook ou iCal (.ics)

Descrição do evento

O MOLIMNBRA tem a honra de convidar para o lançamento da Rede de Mulheres de Terreiro da Bahia, uma rede de mulheres negras, lideranças dos terreiros de candomblé que busca o seu fortalecimento, empoderamento e desenvolvimento em diversas ações.

PROGRAMAÇÃO

13:00 – Abertura e apresentação do MOLIMNBRA

13:30 – As ações da Rede de Mulheres de Terreiro da Bahia

Representantes de Terreiros de Salvador,Região Metropolitana e Recôncavo

14:00 – A experiência da Rede de Mulheres de Axé de Recife

Vera Lúcia Baroni - Rede de Mulheres de Axé Recife

14:30 – Mulheres de terreiro e suas redes .....

Mãe Stela – Terreiro ILÊ AXÉ OPÔ AGONJÁ

Makota Valdina - Terreiro TANURI
JUNSARA

Maria de Lourdes Siqueira - UFBA

15:00- Lançamento do Calendário da Rede

15:30 – Encerramento

16:00 - Coquetel

Caixa de Recados

Comentar

RSVP para Lançamento da Rede de Mulheres de Terreiro da Bahia para adicionar comentários!

Entrar em Correio Nagô

Comentário de Vanice da Mata em 10 novembro 2010 às 19:02
Um evento lindo, desde já! Parabéns a todas =)
Comentário de Mãe Carmen de Oxalá em 10 novembro 2010 às 9:51
Saudações Afro-gaúchas, parabenizo a iniciativa da criação de um espaço para a reflexão do papel da mulher de terreiro. Retomar esse debate é fundamental e necessário, para o resgate da memória ancestral, para podermos ter a re-valorização da historia da mulher de tradição, que recriou em solo brasileiro a religião Iorubá. Além de todas as suas qualidades simbólicas do feminino, agregado a consciência da Yalorixá. No entanto, na sociedade brasileira muitos homens permanecem fixados na desvalorização do feminino, que não é diferente da postura, masculina dentro da religião de matriz africana, onde pedem abença, nós chamam de Mãe, com belo sorisso aberto no lábios,Portanto nos desvalorizam se apropriando de espaços que na tradição era exclusivo da Mãe de Santo.Precisamos buscar construir um lugar onde se promova a MULHER INTEGRAL que assuma a sua verdadeira natureza ontológica sem precisar de padrinhos, nem patriarcas, nem usar uma linguagem que a deprecie como o fazem os homens sempre que falam das mulheres! talves
precisa de se reafirnar e começar através da o movimento de retomar através da Rede de Mulheres de Terreiro da Bahia a ascensão e empoderamento. Desejo que esta rede seja ativa, para assumir o comando de impulsionar a continuidade da existência além de fiscalizarem os desrrespeito a figura feminina.
Agora se me perguntarem se sou feminista, respondo:
"NÃO SOU FEMINISTA, SOU UMA MÂE DE SANTO LÚCIDA" Mãe Carmen de Oxala l

Comparecer (1)

Poderá comparecer (1)

Não comparecer (6)

Translation:

Publicidade

Baixe o App do Correio Nagô na Apple Store.

Correio Nagô - iN4P Inc.

Rádio ONU

Sobre

© 2022   Criado por ERIC ROBERT.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço